F Revista Novo Perfil

Revista Novo Perfil Inicio

sábado, 25 de outubro de 2014

O horário de votação no 2º turno das eleições, que acontece no domingo (26), não vai sofrer alterações na Paraíba, de acordo com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides. Com isso, os eleitores paraibanos devem comparecer às urnas nos mesmos horários de votação do primeiro turno, entre 8h e 17h em horário local.

De acordo com Saulo Henriques, a não alteração no horário se deve ao fato de que a Paraíba não participa do Horário Brasileiro de Verão este ano, que teve início à 0h do domingo (19). Como os relógios estarão adiantados nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal, a divulgação dos resultados da apuração dos votos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) só poderá ser feita a partir das 19h no horário local (20h em Brasília).

Biometria
O presidente do TRE-PB explica também sobre a importância dos eleitores levarem um documento de identificação com foto na hora em que forem para as seções eleitorais. “Embora nos municípios onde a votação é feita com biometria o eleitor possa ser identificado apenas pela digital, nós recomendamos que leve um documento com foto para no caso de por alguma razão a identificação biométrica não se efetivar ele está preparado para se identificar através do documento e votar assinando o caderno de votação”, disse.

Segundo uma resolução do TSE, os mesários devem tentar captar a digital do eleitor por oito vezes e, caso não seja possível, a urna deve ser liberada para o voto somente com a identificação através de documento com foto e assinatura. O TRE recomenda que os eleitores evitem o uso de hidratantes, cremes ou óleos nas mãos antes de votar pois isso pode interferir na leitura das digitais e dificultar a identificação.

Revista Novo Perfil online
Fonte: G1 PB

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Keith Kelley e Kelly Sziy capturaram um aligátor de 347 quilos e 4,11 metros
Os americanos Keith Kelley e Kelly Sziy capturaram um aligátor (jacaré americano) de 347 quilos e 4,11 metros de comprimento no rio St. Johns, no estado da Flórida (EUA).

Dupla lutou durante quatro horas com o enorme réptil
A dupla contou que lutou durante quatro horas com o enorme réptil. O tamanho do jacaré assustou Keith e Kelly, já que ele era quase do mesmo tamanho do barco em que estavam.

Keith disse que pensou que fossem precisar de um barco maior, já que o que eles estavam media apenas 5,2 metros. "Eu nunca tinha visto um jacaré tão grande", disse ele.

Revista Novo Perfil online
Fonte: G1
Fotos: Reprodução/Facebook/Kelly Sziy

domingo, 19 de outubro de 2014

Estudantes que foram fazer a seleção para estagiários da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) foram surpreendidos com o fechamento dos portões do IFPB e Unipê às 8h por conta do horário de verão. A confusão começou porque, segundo a candidata Heloísa Leiros, no edital não havia a informação de que a prova seria no horário de verão.

Alguns candidatos inconformados fizeram protesto na frente dos dois estabelecimentos e tiveram a informação de que a alteração no edital ocorreu às 0h deste domingo (19), o que causou revolta. A Polícia Militar foi acionada para conter os ânimos.

Heloísa Leiros informou que os candidatos prejudicados elaboraram um abaixo assinado e vão prestar queixa na delegacia para tirar um Boletim de Ocorrência e recorrer na justiça contra o órgão organizador.

O edital de processo seletivo para estudantes de nível técnico e superior foi elaborado pelo Centro Integrado Empresa Empresa Escola com oferta de vagas para ingresso no programa de estágio da Cagepa com vagas para 18 cursos de nível superior e outras oito para nível profissionalizante.

Revista Novo Perfil online
Fonte: G1 PB

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Instituto ouviu 812 eleitores entre os dias 14 e 16 de outubro.
Margem de erro é de três pontos, para mais ou para menos.
Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (17) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos na corrida para o governo da Paraíba:

Ricardo Coutinho (PSB) – 53%
Cássio Cunha Lima (PSDB) – 47%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

A pesquisa foi encomendada pelas TVs Cabo Branco e Paraíba.

É o primeiro levantamento divulgado pelo instituto no segundo turno da eleição para governador da Paraíba.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

Ricardo Coutinho (PSB) – 48%
Cássio Cunha Lima (PSDB) – 42%
Branco/nulo – 6%
Não sabe/ não respondeu – 4%

O Ibope fez a pesquisa entre os dias 14 e 16 de outubro. O instituto ouviu 812 eleitores. A margem de erro é de três pontos, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número PB-00046/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-01106/2014.

1º turno
No primeiro turno, Cássio teve 47,44% dos votos válidos e Ricardo, 46,05% (veja os números completos da apuração).

Nesta quarta-feira 15 de outubro de 2014, a AVON, através da gerente de vendas da região Rita de Cássia Barbosa, promoveu o dia de prevenção e combate ao câncer de mama, colocando a cidade em destaque na campanha Outubro Rosa.

O evento teve o incentivo de varias entidades particulares a exemplo do HidroVida e outros e também a participação da prefeitura municipal. O evento que ocorreu durante todo o dia teve inicio com uma caminhada das mulheres pelas ruas de Belém, tendo sua concentração na Praça 6 de Setembro onde estava instalado o caminhão equipado com um mamógrafo para realizar as mamografias.
Segundo Rita de Cássia foram realizadas em Belém 80 mamografias e como a procura foi muito grande ainda 16 belenenses realizaram o exame na cidade de Solânea no dia 16 através da mesma campanha.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), para o ano de 2014, a estimativa é que mais de 57 mil novos casos de câncer de mama sejam descobertos no Brasil, o que corresponde a 156 casos novos a cada dia. Quando diagnosticado no início, a chance de cura é de até 90%. Daí a importância de uma ação como está. 

Por Henrique Filho


























quarta-feira, 15 de outubro de 2014

A Secretaria Municipal de Saúde de Serra da Raíz realiza entre os dias 13 a
17 de outubro uma programação especial voltada para o Outubro Rosa que visa chamar atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce, é uma mês especial para cuidar da saúde da mulher.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 13/10 Em frente a Unidade de Saúde

1. Abertura com café da manhã

2. Exames de Mamografia (manhã e tarde)

3. Aferição de Pressão Arterial (manhã e tarde)

4. Verificação da Glicemia Capilar (manhã e tarde)

5. Realização de Exames Citológicos (manhã e tarde)

Dia 14/10

Manhã
1. Apresentação de vídeo sobre o câncer

2. Depoimento de paciente

3. Apresentação de vídeo educativo do Auto Exame da Mama

4. Distribuição de Folder sobre o Outubro Rosa

5. Coffe Break

Tarde em frente a unidade de Saúde

1. Dinâmica integrativa

2. Palestra- mitos e verdade sobre o câncer de Mama e Color 

3. Música relaxante e alongamentos

4. Coffe Break

Dia 15/10 

Manhã08:00h: realização de Exames Clinicos com o Dentista para as mulheres a partir de 40 anos

Tarde 14:00h palestra expositiva com o Enfermeiro sobre a prevenção do câncer de mama do colo do útero.



Dia 16/10

Médico Ultrassonografista realizando Ultrassom Mamaria e Obstétrica.

Noite as 19:00h santa Missa dedicada as mulheres sobre o OUTUBRO ROSA.

Dia 17/10 

Manhã show musical ao vivo e sorteio de brindes



segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Um vigilante de 35 anos se suicidou dentro de um carro na porta do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande na noite de domingo (12). O homem atirou na própria cabeça depois de socorrer uma mulher que ele mesmo tinha baleado durante uma discussão, segundo a polícia. A briga aconteceu em uma estrada próximo ao distrito de São José da Mata, quando o homem atirou na mulher.

Segundo a PM, uma equipe da polícia estava no hospital para atender outra ocorrência quando o casal chegou em um carro, por volta das 19h30. Ainda de acordo com a polícia, após pedir socorro e a mulher ser levada para atendimento dentro da unidade hospitalar, o vigilante atirou na própria cabeça enquanto estava dentro do carro, no estacionamento da entrada do hospital. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu minutos depois.

A mulher foi atendida com um ferimento no braço e permanece internada, mas não corre risco de morte. Uma equipe da Polícia Civil esteve no local e o caso foi levado para a delegacia, onde será investigado. Apesar da PM explicar que o casal era de namorados, testemunhas dentro do hospital contaram que pouco tempo depois, uma outra mulher chegou no local e disse ser a esposa do vigilante.

Revista Novo Perfil online
Fonte: G1 PB

domingo, 12 de outubro de 2014

De janeiro a setembro deste ano 64 casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes foram registrados na Paraíba. O número é mais alto que os denunciados em todo o ano passado que, de janeiro a dezembro, foram de 54.

Segundo a coordenadora do Centro da Mulher Oito de Março, Fátima Aquino, desde que o mês de outubro começou já foram cinco novos casos que ganharam grande projeção em toda a Paraíba.

“Teve um caso em Alagoinha, um estupro de incapaz, em Jacaraú, o crime de Boqueirão, em que um pastor estuprou duas filhas e as vizinhas, Um caso em Mamanguape, em que uma criança de dez anos foi estuprada pelo pai, pelo avô e por um grupo de homens, e um pedófilo foi preso na noite de ontem em João Pessoa”, explicou.

Ela revela que falta muita informação sobre o crime por parte das pessoas que são responsáveis pelas crianças e adolescentes. “Muitas vezes as pessoas não fazem ideia de que aquilo que elas estão sofrendo é um abuso. As mães dizem que aquele homem faz tanto bem, e ajuda tanto, e não enxergam que o que acontece é justamente o contrário”, disse.

O abuso sexual de crianças e adolescentes, desde 21 de maio deste ano é crime hediondo, inafiançável e com pena de dez anos de detenção. “Além de acusar as pessoas que ajudaram o crime a ser perpetrado e aquelas que foram omissas, ou seja, que não se manifestaram quando souberam que o crime estava acontecendo”, explicou Fátima Aquino.

Ela diz que, acima de tudo, a denúncia para o Disque 100 e para o Disque 123 podem salvar crianças do abuso. “É só assim que conseguimos fazer com que as denúncias cheguem ao Ministério Público.


Revista Novo Perfil online
Fonte: João Thiago - Focando a Notícia

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O africano Souleymane Bah, que está com suspeita de ebola, chegou por volta das 6h30 desta sexta-feira (10) na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro. O paciente de 47 anos, que é de Guiné, na África Ocidental, chegou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) e foi levado para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que é referência em doenças infecciosas. O homem estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) II, no bairro Brasília, em Cascavel, no oeste do Paraná.

O paciente está recebendo os atendimentos básicos, como a medição de temperatura e pressão, e está sob isolamento. Os médicos do instituto devem colher uma amostra de sangue ainda na manhã desta sexta para realizar testes que devem comprovar se o africano possui ou não a doença. O resultado do exame fica pronto em três dias.

A amostra colhida será enviada para teste no Instituto Evandro Chagas de Belém, no Pará. Segundo assessoria, a Fiocruz é referência somente no atendimento a doenças infecciosas.

Segundo o infectologista Celso Ramos, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), apesar de a doença não ter sido confirmada, cuidados com o isolamento do paciente e da equipe que cuida da sua transferência são fundamentais porque a transmissão do ebola se dá, principalmente, pelo contato pessoal.

“Como é uma doença que tem uma letalidade de 50%, são necessárias precauções especiais. A ambulância está, digamos assim, envelopada. É uma ambulância que está designada pela secretaria de Saúde para isso há algum tempo. A equipe está sendo treinada diariamente e está com equipamento de proteção individual”, explicou o infectologista.

O africano veio para o Brasil na condição de refugiado e, de acordo com o documento expedido pela Coordenação Geral de Polícia de Imigração, ele pode permanecer no país até o dia 22 de setembro de 2015.

De acordo com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná, a UPA Brasília recebeu o paciente classificado como suspeito de infecção por ebola na quinta-feira (9). O homem, que chegou ao Brasil no dia 19 de setembro vindo da Guiné, com escala em Marrocos, relatou na UPA que na quarta (8) e na manhã desta quinta teve febre.

Até o início da noite de quinta, o africano estava subfebril e não tinha hemorragia, vômitos ou outros sintomas e permanecia em bom estado geral. Apesar disso, ele será mantido em isolamento total até que o diagnóstico seja confirmado. “A doença pelo vírus ebola no começo tem uma manifestação clínica muito inespecífica, ela pode ser qualquer coisa, pode ser uma gripe e não dá para correr o risco”, explicou o infectologista.

O ministério da Saúde destacou que, por estar no 21º dia, limite máximo para o período de incubação da doença, o caso foi considerado suspeito, de acordo com os protocolos internacionais para o ebola. A Guiné é um dos três países que concentram o surto da doença na África.

O ebola só é transmitido por meio do contato com o sangue, tecidos ou fluidos corporais de doentes, ou pelo contato com superfícies e objetos contaminados. O vírus somente é transmitido quando surgem os sintomas.

Nesta sexta, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, que coordena a ação nacional, e o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, falarão sobre o caso no Ministério da Saúde.

Revista Novo Perfil online
Fonte: G1 Rio
Fotos: Fábio Motta/Estadão Conteúdo e Divulgação

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Ao registrar sua candidatura a deputada estadual na Justiça Eleitoral, Selma Silva não tinha nem de longe a intenção de receber votos. Tanto que a diarista de 49 anos não ganhou nem o próprio voto. A única pessoa a digitar o 31009 foi a irmã, que se surpreendeu ao ver a foto da irmã na urna eletrônica. “Minha filha contou para minha irmã, que não acreditou, mas no dia da eleição foi lá conferir e votou em mim”, conta sorrindo a diarista, que é filiada ao Partido Humanista da Solidariedade (PHS) há 10 anos.

Selma explica que se candidatou para que o partido cumprisse a cota mínima de 30% de candidatas mulheres, regra prevista em lei desde as eleições de 2010. A diarista já havia se candidatado com o mesmo o objetivo em 2012, quando se registrou para o cargo de vereadora em Natal. Apesar das duas candidaturas sem campanha, santinhos ou pedidos de votos, a diarista planeja um projeto mais ambicioso para 2016. “Quem sabe. Se fosse eleita faria diferente. Penso ao contrário dos políticos que estão aí hoje em dia”, revela.

O envolvimento com a política começou há 10 anos. “Passei a frequentar a sede do PHS, fiz amizade com o presidente do partido e a família toda se filiou também”, relata. E foi justamente para Leandro Prudêncio o voto de Selma. O candidato concorreu ao mesmo cargo em que Selma registrou candidatura, deputado estadual. “Estávamos fazendo a campanha para ele”, acrescenta a diarista.

E Selma não foi a única da família a se candidatar. O marido João Maria da Silva, de 49 anos, já tentou três vezes uma vaga na Câmara Municipal de Natal. “Já cheguei a fazer campanha para vereador com direito a santinho, adesivo e tudo mais. A meta neste ano era fazer Leandro Prudêncio deputado”, explica João Maria, que atualmente trabalha como gerente de condomínio.

Além de diarista, Selma também vende marmitas para complementar a renda. Se tivesse a chance de assumir um cargo público no Rio Grande do Norte, ela conta que não se limitaria a tentar aprovar projetos no legislativo. “Com o dinheiro que eu ganharia – o salário de vereador é de R$ 17 mil em Natal – já daria para fazer coisas importantes. Me preocupo muito com a situação de idosos e crianças abandonadas. Falta um lugar de verdade para acolher. É trabalhar pelo simples”, conclui.

Revista Novo Perfil online
Fonte: 180 graus via Focando a Noticia

POLÍTICA

POLICIAL

EVENTOS

ESPORTES

CURIOSIDADES

CANAL CNP

Publicidade: